Apenas Quase... ZzCouto
Apenas Depois... Cida Valadares
(Dueto)
 
 
Poderia ter feito da vida
mais que um simples inútil viver.
Há um querer que não morre,
na aparência das derrotas de
um simples viver...
Apenas quase!
 
A vida floriu a esperança
que transformou as lembranças...
Fazendo-as, de novo viver
travadas lutas perdidas
foram vitórias vividas
só declaradas...
Apenas Depois!
 
Poderia ter feito do amor,
um desejo de volta em qualquer
partida, de algum querer que forte
 em mim se fizesse, com que tudo
afinal se faz nada ser...
Apenas quase!
 
Do amor...fez-se o encanto,
da estrada pela qual voltou
trazendo o carinho roubado,
na face do vulto amado,
no abraço, no beijo e aconchegos, chegados...
Apenas Depois
 
Poderia ter aberto um só caminho
que fosse e percorrer eu pudesse,
para além do hoje envolto em sombras,
que a um novo dia que se levanta,
para querer sempre recomeçar...
Apenas quase!
 
Caminhos... quantos existem?
Fazê-los, alegres ou tristes
e por eles caminhar,
ao brilho do sol, vão se as sombras,
escondem-se as noites e nascem os dias
e um novo recomeçar...
Apenas Depois!
 
Poderia no fim de qualquer destino,
o sonho ainda por realizar,
de mim alguma coisa contar,
num muito de nada há um pouco
de mim... Em cada Você...
Apenas quase!
 
E o destino, por mais triste
que se fizesse entender ...
Traria  de volta a felicidade
para mim e para você.
Envolta na realidade
no caminho de nós dois.
Apenas Depois!
 
*******





Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos




No ar desde 10/02/2008



 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


 

Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados

web: www.mis.art.br