MEU RECADINHO, QUERIDA CIDA

Sá de Freitas

Como dizer-te, amiga, o incontido
Prazer, que este humilde vate sente,
Ao percorrer teu Site atentamente,
E me sentir, por ele, embevecido?

Bem...Vou tentar dizer-te simplesmente,
Que os aplausos de todos tu mereces,
Porque há muito tempo já engrandeces,
Nossa literatura com a tua mente.

Amiga Cida trazes a magia,
A grandeza e o encanto na poesia,
De maneira tão pura e comovente:

Que olhando o Site teu cheio de encanto,
Emocionado e pasmo me levanto,
Para aplaudir-te calorosamente.
 

************************

=========

 

 





Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



 

No ar desde 10/02/2008




 


 | Home  | Menu  | Fale Comigo  | Voltar |


 

Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados

web: www.mis.art.br