No amanhecer do ser,
uma canção que carrega
o verso de um amor
que foi embora
como uma página
de um livro que depois
de virada vira o passado
de quem amou...

Sozinho em frente ao espelho
observei o dia amanhecer
pela fresta da janela que
um dia levou sonhos
de amor para conhecer
o universo das promessas....

Quando amor voou
pelo céu que fez lenda
de nossos encontros,
ficou as palavras
que o tempo apagou...

Meu espírito sofre,
pela solidão,
que me faz pensar
que o amor revestido
de ilusão,
é uma saudade
que não vai voltar...

Rogério Miranda
poeta da paz
 

===================



Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



 

No ar desde 10/02/2008




 


 | Home  | Menu  | Fale Comigo  | Voltar |


 

Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados

web: www.mis.art.br