Tantos dias passaste nos braços meus

Nos braços teus também me envolvi.

Agora, um desconfiado ar de adeus

Cheira o teu cheiro que ficará aqui.

 

Por certo hás de lembrar-me, sim

E eu de ti, jamais me esquecerei

Aquele lindo vaso de jasmim

Com minhas lágrimas, dia a dia, regarei.

 

Quando será que irás voltar, querido?

E dizer como me dizes tanto: "eu te amo"

Queres, para ti o meu amor ferido?

 

É que a felicidade que aqui deixaste

Transformou os meus momentos, todos!

Apenas... No Abraço da Saudade.

 

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados