Data: 27/5/16 - 0:57

  Nome:   Nelson F. Carvalho (Nelfoncar)
   
Olá Querida CYDA! Ó que saudades! Os anos passam mas fica sempre a saudade!
Como vai? Como tem passado?
Os meus cumprimentos do velho poeta Nelson
Recorda.se de mim?
  Data: 29/3/16 - 19:3

  Nome:   Valquíria Isabel Rosa da Silva
  Cidade:   Florianópolis
   

OI Cida, tudo bem?

Gostaria de saber se este site sobre o JG é o mesmo cujo endereço era
jgaraujojorge.com.br pois tentei achar e não consegui...

Em 2008 ou 2009, pediam a colaboração para completar a biblioteca e eu tinha livros que pediam e digitei 2 ou 3 e enviei, inclusive havia um agradecimento a minha pessoa, do qual muito me orgulhava, pois sempre adorei a poesia de JG desde muito jovem, e agora querendo mostrar para uma amiga, não o achei o mais próximo que encontrei foi este seu, totalmente remodelado e não achei meu nome, fiquei triste... é o mesmo site?

Obrigada.
Beijos
Valquiria
  Data: 29/3/16 - 9:52

  Nome:   CECILIA
   
Adorei a lenda!linda!estou escrevendo um livro e essa lenda me inspirou mais ainda!
  Data: 10/12/15 - 20:58

  Nome:   J Estanislau Filho
  Cidade:   Cel. Xavier Chaves
   
Boa noite, Cida, vim aqui conhecer e viajar nestas páginas. Sou leitor compulsivo e também escrevo umas coisinhas. E de coisinha em coisinha cheguei a nove livros.
Um forte abraço, amiga e parceira de letras.
  Data: 12/11/15 - 11:52

  Nome:   Estanislau Oliveira
  Cidade:   Rio de Janeiro
   
Prezada Cida Valadares, boa tarde

As suas mensagens são lindas e nos elevam espiritualmente. Gostaria de recebê-las normalmente, quantas puder enviar para que eu as compartilhe com amigos,
Grande abraço
Estanislau Oliveira
  Data: 07/11/15 - 18:26

  Nome:   armando sousa
  Cidade:   Toronto
   
minha querida Cida... meus parabens por mais este dia quando a grande poeta nasceu... este miha amiga é arte tua... arte linda muito obrigado.... feliz dia de aniversario... Abraços do Armando
  Data: 16/10/15 - 8:11

  Nome:   vera lucia palmarim santana
  Cidade:   santos
   
bom dia muito linda su a estoria adorei sua pagina Que DEUS APROTEJA desculpe pelo meus erros.
  Data: 16/10/15 - 7:48

  Nome:   vera lucia palmarim santana
  Cidade:   santos
   

  Data: 16/10/15 - 7:45

  Nome:   vera lucia palmarim santana
  Cidade:   santos
   

  Data: 13/9/15 - 2:6

  Nome:   candida
  Cidade:   Guarapari
   
procurei por anos poesias de MH.Recordam-me momentos londos da juventude. Parabens pelo site
  Data: 11/6/15 - 20:51

  Nome:   Humberto Rodrigues Neto - Humberto Poeta
  Cidade:   São Paulo - SP
   
Maravilhosa a apresentação do dueto "Entrega", que compus em conjunto com Cida Valadares, poetisa de inegáveis méritos, cujos poemas são plenos de inspiração e lirismo. Releve-se, outrossim, o magnifico trabalho artístico de Águia Real.
  Data: 17/4/15 - 14:35

  Nome:   Irismar Andrade Santiago
  Cidade:   São Paulo
   
Cida. Estou aqui lhe fazendo uma visita.
Quanta saudade! Minha amiga.
Um abraço carinhoso.
  Data: 07/3/15 - 21:29

  Nome:   Zeca Feliz Avelar
  Cidade:   Florianópolis - SC
   
Querida Poetisa - Menina - Mulher - Maravilhosa Cida Valadares...
"Felizes sejam todos os nossos dias pelas vidas afora"!
Passear pelo seu Site - é flutuar no maravilhoso Mar de Poesias e Sentimentos.
Sua parceria com o Vinicius - nada deixa a dever... - Ao contrário - a meu ver!
...
Nossos APLAUSOS e reverência não apenas no tal DIDM - e SIM em Cada Dia que o Sol sorrir para ti nos floridos Horizontes.
.
Beijosss - gaDs - Zeca-Feliz
  Data: 27/12/14 - 9:55

  Nome:   Nelson F. Carvalho (Nelfoncar)
   
CIDA a poetisa da minha vida nesta quadra não a podia esquecer: CIDA que o novo na o seja repleto de muita saúde, paz , amor e poesia, Tudo bom para a Senhora!
BJ.
Nelson
  Data: 09/12/14 - 15:23

  Nome:   Nelson F. Carvalho (Nelfoncar)
   
A FORÇA DO AMOR.
== À CIDA com carinho a recordar…==
No Amor Somos Todos Meninos
Cardoso, Miguel Esteves

Amar alguém significa ver essa
pessoa como Deus a concebeu.
(Dostoievsky

Amar não é apoderar-se do outro para completar-se,
Mas dar-se ao outro para completá-lo.
(Lao-Tsé)

Amor é, sentimento, grande, quando sincero,
Não olha aos pais rígidos que se metem pelo meio,
Isto assanha mais o amor, não tem remedeio,
Que recebe sempre a mesma resposta:-- Não tolero…!

Isto é bem conhecido e, todo seu recheio,
É este, o que o amor fez do diabólico Nero,
Pela “zorra” Agripina reduziu Roma a zero,
Neste caso, poder, loucura demais, sem freio!

Outro caso, romanesco, todos sabemos, treta,
O poder do amor no livro Romeu e Julieta,
Ou a tragédia imortal de Eurídice e Orfeu!

Mais o Amor de Perdição do nosso Camilo,
O amor tem tanta força, ninguém pode impedi-lo,
Ganha sempre, quando está no seu apogeu!






Páginas

<< anterior    1 2 3  4  5  6    próxima >>
 

Copyright © 2008, Arte & Poesia Cida Valadares - Todos os direitos reservados
Designer By © Criszinh@ Gráficos&Design.
Powered by © Fritsche