Diga...

o quê?

Responda...

Agora?

O que faço eu?

Se...

Falta-me o ar, perco o chão

Sabes que és meu esteio, minha sustentação

 

Sinto um vazio

E só tu preenches, o meu coração

Como se estivesse em alto-mar,

Contigo navegarei em águas calmas

debatendo-me...

Protegendo-te

afogando-me...

Resuscitando-te 

Num mar de tristeza e angústias!

E trazendo-te para uma vida plena

 

Onde estão seus olhos,que não vejo?

Bem de frente aos olhos teus

seus afagos e beijos...?

Entre mil beijos e afagos

 

Diga...

Te direi

Suplico-te...

Sem que supliques

Que só tu és

Amor meu!

0 meu amor!

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados