Sou dama, não importa a situação,
se na rua, na cama ou no coração.
Se me visto de vermelho, sou mais bela?
Se danço , solta no salão,
soltam-se os meus sonhos
e eu bailo...contigo, ou, não
Sou dama porque simplesmente,
sou a mulher que ama.

Sou dama, às vezes, meu corpo em chamas
Faz a fogueira crepitar...
Delira, enrubesce, estremece...
Na volúpia de amar.

Sou dama, não me importa a que chamem
Filial ou a matriz
Sou dama...
E, nesta hora, quero mesmo
É ser muito mais que Meretriz!

*******

14/07/2009

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 30/07/2008

 


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


 

Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados