Não mais aprisionada pela paixão,

como pássaro, quero voar!

Buscar no ar, na imensidão,

dispersar toda minha solidão.

Cravaste em mim as garras do teu amor

que me feriram ao te afastares...

Profunda dor!

Hoje são marcas indeléveis de tua imagem,

gritantes e provocantes como tatuagem

 

Mas me visto da leveza da beleza

e voo, adentrando o infinito.

Quero a paz da noite e da estrela mais bonita...

Abraçada ao céu hei de ganhar um beijo e guardá-lo

em meus lábios.

Como pássaro, voar de volta e encontrar-te ,seja onde for!

Para entregá-lo, a ti, meu presente e meu futuro amor.

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 30/07/2008


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados