Esboçaste...

 

Meu carinho, meu afeto,

minhas palavras, meus versos e meu corpo...

Negando-me!

 

 Esboçaste...

 

Meu sofrimento, na solidão,

na angústia, no desespero e no tormento...

Abandonando-me!

 

Esboçaste...

 

O óbito de cada instante que findava em minha vida.

Meus encantos, minhas esperanças e tudo

que de ti perdi...

 

Partindo!

 

Olhando-me ao espelho, não me reconheço...

Esboçaste-me, cruelmente, tanto!

Que olhando-me, de qualquer canto

Só consigo enxergar

Este meu rosto mascarado,

este meu coração mal amado...

Herança deste teu esboço

Plastificado de mim!

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 30/07/2008


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados