Pega um pouco deste fogo matinal
para que o dia te fique iluminado,
e pela noite dentro seja o brilho
que nunca mais te deixa tropeçado.

 

Não custa mais que um gesto este fogo:
um gesto que não custa mesmo nada,
um gesto que nos deixa agradecido
a Deus por ficar bem ao nosso lado.

 

E faz o mesmo que eu faço com o outro,
que de ti se abeira numa ânsia;
repete sim o gesto com constância;

 

Porque se assim for feito, toda a gente
ficará esta noite, iluminada,
sem a ânsia de nova madrugada.

 

 

 

 

2005

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados