Eu aprendi a sorrir... ao encalço da esperança.
Em noites de vento e quando a chuva vinha,
e a vidraça da janela, então chorava...
Eu sorria... para não alimentar o medo que eu tinha.
 
Eu aprendi a sorrir... em meio aos sonhos.
Entreabrindo pesadelos e adormecendo,
em meio a quimeras , saudades e agonias...
Crepitando no fogo dos segredos que nasciam.
 
Eu aprendi a sorrir... entre amores , quando chegavam,
e os meus dias surpreendendo a imensidão.
Entre os lampejos de luz e o barulho da passarada,
entre o brilho dos olhos refletido no coração.
 
Eu aprendi a sorrir... entre amores me abandonando.
E os meus dias sufocados pela saudade
 e pela solidão me ensinando, eu aprendi.
Eu aprendi... a sorrir, mesmo chorando.

 

 

 

Voz - Anna Müller

 

 

 

 

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados