Que lindo foi, e é, o renascer!
Que delicados são a simples queda
duma gota de água a aquecer
o degelo, e o verde sobre a pedra.

 

É tudo um milagre, enquanto dura,
nesta vida de perdas e rebentos;
é um milagre de água e de verdura,
ou um vestígio de arte e ornamentos.

 

Na senda da ventura, barco e vela
impelidos pelo vento da fortuna,
nem sempre ela é pra nós, eterna e bela;

 

Porém, vamos tentando, enquanto dura;
alguns perder-se-ão, mas outros, não,
crescendo na ilusão o que perdura.

 

 

 

 

2005

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados