Lá estava ele...

Rodeado de densas trepadeiras,

de flores multicores

e borboletas mil...

Voavam...

Como que a proteger o ar

para o vento, bem devagar,

chegar e acariciar

O meu olhar...

 

Que driblou a escuridão,

passeou por entre nuvens

e cada estrela transformou em

reluzentes  vaga-lumes a piscar

Ao compasso do

Meu coração!

 

Meu coração guardou-te

Meu castelo encantado!

Onde sonhei morar... um dia

E ser feliz... como as princesas

que adormeceram,

e se encantaram...

...Todas em mim!

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados