Cida Valadares

 

 

 

 O sol hospedou se detrás de uma nuvem especial

Faminta de luz ela o tragou.

A linha que divisava o mar se afogou.

Anoiteceu-se o crepúsculo!

 

 Onda de angústia agigantando peito

 Inspirou coragem.

Somente aquela aragem

apropriando-se da paisagem!

Tal e qual feito miragem.

 

O infinito tingiu-se de cor rubra

Rubra cor lembrando exóticas Papoulas

Agraciadas noites  em que céus de varetas

Faziam fundo à mulher  desfilando silhuetas.

 

Peito confundindo olhos

Pálpebras instilando coragem

Sentidos, todos para a paisagem

Tal qual e feito Miragem

 

  

23/04/2014

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados