Estar...
com a navalha na carne
no amortecer do sol
...e no encantar dos meus sonhos
 
Viver...
nos grilhões da impossibilidade
no apartar das masmorras
...E no encobrir dos mantos
 
Esperar...
 
no esculpir das faces
no temor dos fantasmas
e no sal dos momentos
 
Conduzir...
a chama da esperança
o morrer do passado
...e a saudade do agora
 
Fugir...
do silenciar das respostas
do acalentar das ilusões
...e do apodrecer das memórias
 
Contracenar...
no caminhar dos encontros
no alegrar da solidão!!!
e no amar dos desencantos
 
E me sufocar...
...E me morrer
no eterno da sua espera!!!
 
 
11/01/08
 






Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 10/02/2008


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados