Nuvenzinha, nuvenzinha,

Que encanta o meu olhar,

Fazendo tantas carinhas,

correndo no céu, a brincar.

 

Quando o céu está clarinho

Fico te olhando, de cá,

E os meus olhos se perdem

Querendo te acompanhar.

 

Parecendo um algodão doce

Que um arco-íris tingiu

Vejo-te, em mil cores,

neste lindo céu, anil.

 

Mas...quando o céu escurece

Já faço a minha prece

Para logo me acomodar.

Imagino uma cerquinha

onde começas a te transformar.

 

E os carneirinhos pulando

enquanto eu a contar...

Nuvenzinha, quando vejo

Eu já estou a sonhar.

 

BH, 24/05/2012

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados