Dá-me, Senhor, de Maria a arte de ser pura e humilde.
Dá-me de Raquel a arte de fazer-me amar.
Dá-me de Débora o estímulo e a solidariedade.
Dá-me de Rute a dedicação e a bondade.
Dá-me de Ester um ser desinteressado e altruísta.

 

De Ana a fé e a fibra para cumprir o voto.
De Marta a disposição para o trabalho material,
De Maria o anseio espiritual.
De Joquebede o espírito de sacrifício e renúncia.
De Abigail o espírito de mensageira da paz.

 

Senhor, tira de mim se houver,
A vontade de olhar para trás como a mulher de Ló.
A preferência por um filho como Rebeca.
O desejo adúltero de Potífer.
A traição de Dalila.
A trama macabra de Herodias.

 

Permita-me, Senhor,
Como Lídia ser a mulher hospedeira,
E que eu corra a anunciar tua Salvação

como a mulher samaritana.

 

 

São Paulo, 13.XII.2013
03h45m

Foto: No topo do Monte Sinai

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados