No mês de agosto, ventava
e eu gostava
de ver as pipas no ar.
 
Bailavam segundo o vento
mas não podiam voar.
 
Seguras por uma linha
Iam longe...céu afora.
e o meu olhar se perdia
E com ele...viajava minha imaginação
e quando, bem longe ia...
 
A linha de proteção, a guia
Me trazia junto com a pipa
Que eu gostava de ver no ar.
 
Pensava chegar ao céu
para os anjos vislumbrar
brincar com as nuvens fazendo
floquinhos de algodão.
 
Mas não...
Tinha que voltar
E esperar, de novo, agosto
Para ver pipas no ar.





Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 30/07/2008


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados