Na fazenda da dona Valeska

a paz sempre reinava,

pasto farto e água fresca

para o gado não faltava.

 

 O capataz observando,

viu que algo acontecia,

as vaquinhas se agitando,

explodindo de alegria...

 

 Todo esse alvoroço,

tinha um motivo minha gente,

um touro que era um colosso

chegou na fazenda... Lindo, atraente!

 

As vaquinhas comemoravam

com tamanha euforia,

a grande chance que ganhavam

de não ficarem pra titia...

 

Zeus era um touro endiabrado,

já famoso na redondeza,

dava trabalho dobrado,

com ele, não tinha moleza!

  

Dava um cansaço danado

ao capataz Anastácio,

que não conseguia domá-lo

mesmo abaixo de laço.

  

E, assim, quanto mais indomável,

mais cobiçado ele era

pelas vaquinhas amáveis

que ficavam só na paquera...

 

 Mas, para espanto de todos, algo aconteceu!

Zeus andava estranho, já não era o mesmo touro!

Será que ele enlouqueceu?

Tinha os olhos esbugalhados e cara de bobo...

  

Trouxeram o veterinário da cidade

para ver logo o pobre coitado.

Ele examinou e, com facilidade,

deu logo o resultado.

 

A causa estava ali,

bem no pasto do seu João.

Era a vaquinha Magali

que conquistou seu coração.

  

E a calma reinou, novamente,

naquela famosa fazenda,

pois as vaquinhas tinham em mente

que Zeus não valia mais à pena!

  

O touro forte e indomável,

tornou-se mansinho, mansinho,

ficava na cerca só namorando,

parecendo um dócil gatinho...

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados