As vermelhas magoaram meu coração

Ao ofertá-las àquela que tanto amara,

Foram devolvidas com minha declaração.

Declaração de amor a quem eu enviara.

 

Voltaram-me com as pétalas arrancadas.

O meu apaixonado bilhete todo rasgado.

Mesmo sem espinhos, minh’alma arranhada

Chorou a dor de um coração despedaçado.

 

Agora, nesta nova e arrebatadora paixão,

Esperançoso vou ofertar-te pessoalmente.

Dizer a ela do meu amor, minha adoração.

Admirar seu radiante olhar, frente a frente.

 

Rosa, tens a mesma cor dos olhos dela.

São azuis, safiras sedutoras e brilhantes.

Sua pele tem a maciez de tuas pétalas.

 Estou apaixonado como nunca dantes!

 

Antes de te entregar a minha nova amada,

Como gostaria de contigo poder conversar

Mas, como diz Cartola, as rosas não falam.

Simplesmente seu suave perfume exalam!

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados