Saudade de ti, de mim também, ai saudade

de nós e de vós, saudade de toda a gente

que abraçamos neste mundo de humanidade

e ainda lembramos sempre e felizmente!

 

Saudade da meninice, ai que saudade

dos tempos da garridice, da minha mãe

e do meu pai, dos avós todos ao meu lado

e de todos os amigos assim também!

 

E no decurso da vida, a imensidade

duma saudade inaudita como um gemido

duma guitarra com fado de novidade:

 

os filhos em crescimento, mulher cuidando,

a azáfama da lide, o livro lido

até que os netos nos beijem de vez em quando.

 

 

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos

   


 


 


No ar desde 30/07/2008



Deixe um recadinho no meu livro de visitas


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados