Que vontade aflita

...tenho eu

de ver-me nos braços teus

 

Inquieta vontade

...tenho eu

de aspirar o cheiro teu

 

Que vontade envolvente

...tenho eu

de escutar a tua voz

 

Enlouquecida vontade

...tenho eu

de envolver teu corpo no meu

 

Que vontade maldita

...tenho eu

de refletir-me nos olhos teus

 

Sofrida vontade

...tenho eu

de sonhar carinhos teus

 

Que infinita vontade

Eu tenho...

...de ressuscitar o nosso amor!!!




11/01/08

 




Clique Aqui e Envie
Para Seus Amigos



No ar desde 10/02/2008


 


| Home | Menu | Fale Comigo | Voltar |


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 800 X 600
Copyright© Arte & Poesia - 2008 - Todos os Direitos Reservados